SARAUS, SLAMS E EVENTOS LITERÁRIOS

     Desde 2012, venho trabalhando com diversos grupos de literatura periférica/marginal. Até o presente momento, tive a oportunidade de registrar mais de duas dúzias de saraus, slams (batalhas de poesia) e eventos literários na grande São Paulo. Dentre eles, há três projetos que acompanho há alguns anos: o coletivo Poetas Ambulantes (desde 2012), Sarau dos Mesquiteiros entre outros eventos da Biqueira Literária (desde 2015) e Slam das Minas (desde 2016).

   Além de ter muito orgulho de caminhar ao lado de pessoas incríveis, me sinto também muito sortuda por tê-las diante de minhas lentes. Além disso, acredito, de coração, no potencial revolucionário da educação, em especial por meio da literatura, e do fomento e incentivo à leitura como ferramenta de transformação social.

    Todos esses movimentos literários são responsáveis por um boom de poetas e eventos do gênero na grande São Paulo e no Brasil. Dezenas de escritores periféricos publicando livros, poetas indo competir em batalhas internacionais na Europa ou cruzando o Brasil para participar de eventos, milhares de prosas e poesias sendo consumidas, centenas e centenas de pessoas frequentando estes espaços, que são de fala, mas são muito mais de escuta. Rompendo invólucros, preconceitos, estereótipos, senso comum, seus participantes trazem histórias silenciadas durante séculos e finalmente conquistam espaços que são seus por direito. 

​© Todos os direitos reservados a Renata Armelin

  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram